Weslei e a Fotografia

BOLETIM #3quase5
24 de março de 2017
Botas Vermelhas: procure a sua!
26 de abril de 2017

Gente, quem aí não gostaria de conversar com um ídolo ou alguém que admira muito? Outro dia, pensando nisso, decidi parar de olhar longe e olhar ao meu redor. Quem são os talentos que estão aqui, agora?

Um dos primeiros nomes dos tantos que me vieram à mente foi o Weslei. Fiquei absurdamente chocada com os primeiros trabalhos que vi dele. Como a sorte anda ao meu lado não demorou muito tempo para que eu tivesse a oportunidade de conhecê-lo e trabalhar com ele. E desde então o considero um amigo mega especial. O Weslei fez fotos para mim e para o site, e um dos ensaios que eu guardo com mais amor foi feito por ele também – algumas das imagens estão na galeria, no final do post!

Acontece que Weslei Colombo Torezan não tem apenas o dom, mas também a coragem de ir longe. Por isso eu montei logo uma entrevista antes que ele escape outra vez… É que eu tenho certeza que numa dessas escapadas a chave vira e eu só vou vê-lo quando ele escapar para o Brasil.

O Weslei é fotógrafo desde 2012. Fez alguns cursos de fotografia de moda e social, bem como de fotografia de produtos e ambientes. Daí, logo cedo, já escapou para São Paulo, onde ficou por 8 meses. Lá ele foi assistente de Josefina Bietti, fotógrafa argentina que trabalha há anos no Brasil. Em 2012, mais uma escapada, desta vez para Nova York. Tudo bem que o foco era aprimorar seu inglês mas, corajoso como eu disse que é, cavou oportunidades, dentre elas assistir sessões para Vogue Casaquistão, Vogue Taiwan, Elle Russia e L’Officiel Brazil.

O Weslei diz que vem aprimorando sua foto ao logo dos anos com ajuda de muitos amigos e profissionais. Hoje ele trabalha aqui no Sul do Brasil com foco em moda, mas não deixou de lado (ainda) a fotografia social de famílias, festas infantis e mini weddings.

Olha aí a entrevista que eu fiz com ele!

1 – Quando foi o primeiro trabalho como fotógrafo profissional em moda? 

Acredito que foi em 2012, a primeira campanha que eu fiz foi para a Friolã Tricot de Caxias do Sul. A Rafa Tomazzoni foi a primeira pessoa a me dar oportunidade para ingressar nesse mercado.

2 – Quem são os fotógrafos que te inspiram

Ritts (Herb Ritts), Avedon (Richard Avedon) e Demarchelier (Patrick Demarchelier).

3 – Qual vivência tu considera ter sido fundamental para te tornares um profissional.

Quando um cliente me falou: “Weslei, talvez você não tenha a melhor luz ou seja o melhor fotógrafo em questão de técnica, mas você tem a foto linda e entende o que procuramos, e tem sensibilidade para falar com as pessoas.” Fiquei muito feliz com o que ele falou. Ou seja, luz e estética de uma foto muitas vezes não são tão importantes quanto saber lidar e entender o que as pessoas têm a propor. É flexibilidade, é deixar os rótulos de lado… Estou trabalhando cada vez mais nisso. Se acho que devo interferir, sempre tenho em mente que tenho que ter bons argumentos, e muito cuidado com o jeito de falar.

 

4 – A energia das fotos é fundamental no resultado do trabalho. Tu preferes ter o controle da situação ou gostas de elementos surpresa?

Prefiro ter controle da situação quando falamos em moda (campanhas e lookbooks). Organização para mim é tudo, definição de conceito, locação e beleza são tudo para enriquecer uma foto e ter um resultado como planejado.

5 – Qual marca da atualidade tu gostaria de fotografar?

Balenciaga porque amo demais as campanhas deles, inclusive a útilma esta demais.  Explosão de cores e uma luz dura de flash com um toque de estranhismo.

6 – Qual a foto que tu gostarias de ter feito? 

Amaria ter feito a foto da Christy Turlington para Biritish Vogue em 1992, fotografada por Patrick Demarchelier. A foto é preto e branco de uma modelo posicionada em perfil com uma luz dura lateral. O rosto dela está coberto com uma rosa branca gigante.

7 – Com qual das tops editoras de moda tu gostarias de trabalhar? 

Com a Suzy Menkes editora internacional da Vogue, por causa da franqueza dela e pela humildade que tem em conversar com novos talentos.

8 – Que pessoa gostarias de fotografar?

Grace Coddington, ex-editora criativa da Vogue Americana. Tive a oportunidade de cumprimentar ela no Nova York Fashion Week e achei-a demais! Tirando o sopro de felicidade que ela tem, as linhas de expressão do rosto dela e aquele cabelão ruivo ficariam incríveis em uma imagem.

9- Conta um momento tenso que viveste…

Quando abri meu equipamento para fotografar um lookbook e nenhuma das três tochas de flashs que eu tinha levado funcionou. Foi a campanha da querida Gabi Basso e eu tive de fazer com flash de fotografar evento. Deu tudo certo e adoramos o resultado, graças a Deus.

10 – Um momento em que tu pensou: “Nossa! Sou bom mesmo! Ficou lindo”…

Nunca!!! (risos) Porque sempre tem algo para melhorar. É clichê, mas é a verdade. Acredito que o reconhecimento por parte de quem entende é mais importante.

11 – Qual é a definição de fotografia pra ti? 

Transformar a luz em composição, oferecendo o que de melhor sentimos para quem a vê.

12 – Quantos anos tu tens e como te imagina com o dobro dessa idade

Acabei de completar 25 anos. Me imagino com 50 com mais bagagem, enxergando a fotografia de uma maneira menos comercial.

Tá aí, gente! Eu tinha ou não tinha que registrar uma conversa com esse guri antes que ele escape para ganhar o mundo outra vez?

Espia aqui a galeria. Tem os últimos trabalhos dele e uma das fotos lindas que fazem parte de um ensaio que ele fez para mim. Para ver mais, acessa o site dele: wesleitorezan.com.

 

Beijos!

 

 

Dani Conte
Dani Conte
Escreve sobre moda, beleza e tendências, mas também dá seus pitacos em outros assuntos. Revisa demonicamente todos os conteúdos do blog.

4 Comentários

  1. cleo lavanderia disse:

    Lindo o teu trabalho Danny , você mostra e dá oportunidades para as pessoas poderem
    mostrar seus trabalhos, e você com muita sabedoria os apresenta .
    Parabéns por isso , você se torna uma pessoa especial e querida por todos.

    Obrigado
    Cleonice Bertolazzi Colombo Torezan

  2. Joana conte. disse:

    Maravilha. Adorei.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *