Quero Ser Gwen
18 de novembro de 2014
Dica de Sexta: Blues, Blues, Blues!
21 de novembro de 2014

 

italia casa mia 2

Olá!

E pra contar do nosso amor pela Itália: uma nova categoria no Blog DH!

Nossa visão sobre a terra mais apetitosa que existe! Além do DNA que trazemos de nossos avós imigrantes, temos muito em comum com esta cultura incomum.

A influência da Itália na moda, na gastronomia, nas artes, no design e na arquitetura do mundo inteiro,  já seria  motivo suficiente para uma categoria destinada a  ItaliaLovers,  como nós. Só que ainda temos pra falar sobre os lugares mais lindos do mundo, onde  a beleza natural emoldura maravilhas que o homem construiu e que  revelam boa parte da história da civilização do homem sobre o planeta.

É muito assunto né? Morei na Itália em 1993 e desde então, ficar um ano sem comer a vera pasta é um sacrifício imenso! A Dani também andou por lá pra estudar e todos os anos tem que dar um cheirinho no país dos nossos antepassados. Então, muita dica de comida, hospedagem, compras  e vários roteiros para dividir!

Minha missão de hoje seria escrever um post apresentando a categoria Itália Mia, mas o amor é tanto, que o texto brotou poesia!

Espero que não me achem exagerada!

Um beijo

Itália  casa mia!

Viajar mesmo é ir lá. A Itália é quente.

Todo o resto é morno.

É lá que se come.

É lá que se bebe.

É lá que se vive.

É lá que a arquitetura é arte.

Que o design é útil.

E que o pesto é genovez.

 

 É na Itália que a tradição é mãe da tecnologia.

É lá que a moda dá suas ordens

Que homem pode ser fashion

Onde  amigo beija amigo

E que terno anda de bicicleta.

E é só lá, que o sorvete é semi-freddo.

 

 É na Itália que o pão é fresco

Que a azeitona tem raça

Que o ofício é da família e o orgulho é do bisneto.  

 

É na Itália que o antigo é novidade

Onde música tem praça

Onde artista faz o palco

E onde a pizza é à talho.  

 

É lá na Bota do mundo

Que se vai pra amar o mar

Que o exílio é acalantar

E que o limão… é siciliano.  

 

É na Itália que a alma alcança o corpo

Onde os sentidos se abraçam

E gritam, e riem, e brigam e choram e festejam

Porque na Itália tudo é mais

E o pouco é invisível.  

 

É na nossa Itália que se fala o italiano.

Só lá.

Onde a massa vem primeiro

E o tomate nasce molho.  

 

E é lá que eu vivo

Porque aqui eu sobrevivo.

Sem fiori di zucchini

Sem binario nem piazza.

Sem via. Sem corso. Sem treno.

 

Aqui só tem a vontade de ir de novo.

Itália, casa mia.

italia casa mia 6

 

 

Dani Conte
Dani Conte
Escreve sobre moda, beleza e tendências, mas também dá seus pitacos em outros assuntos. Revisa demonicamente todos os conteúdos do blog.

3 Comentários

  1. Joana Conte disse:

    Lindo texto. Parabéns. Essa turma vai longe. Mil beijos

  2. Patty Zuco disse:

    O pêlo arrepiou e o coração aqueceu, só indo pra saber, só sendo pra sentir. Lindo, Rê! E se não fosse exagerado, não faria jus aos italianos, non è vero?!
    baci
    Zucca

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *