JÁ É NATAL! E O QUE TEREMOS PARA A CEIA?

Fui Assim, de Boa
17 de dezembro de 2014
O PÁH! VIROU NOTÍCIA!
20 de dezembro de 2014

Mas já é Natal?!

Sim, esta é a sensação que todos temos nestes dias, que parecem andar de dois em dois, tão rápido que passam.

Há quem ame a época das Festas, há que odeie. E os motivos são exatamente os mesmos: muitas festas, família reunida, presentes e comilança.
Bem, eu sou do time que curte. Curto festa, curto gente reunida, família é tudo igual e a gente adora todo mundo, amo presentear muito mais que ser presenteada e comilança…. Bem, aí entramos no meu quadrado.
A comilança não é opcional. Por mais que a gente prometa, se regre e se planeje, não há como evitar os excessos que as Festas trazem.
Muita gente torce o nariz para as Ceias de Natal sob o argumento de que são sempre iguais e de qualidade ruim. Sou forçada a discordar. Aliás, você pode mudar isso. Se ninguém gosta de Peru na sua casa, ou acha caro demais para uma ave tamanho família, não compre, não mande fazer, não encomende com ninguém. Faça outro prato. Fuja do convencional. Os perus agradecem. Agradecem e contam até com marketing virtual para tanto:

perus

Mas eu acredito que um pouco de tradição tem lá seu valor, afinal, é uma noite diferente e estamos celebrando a vida.

Na minha casa sempre é um pouco mais festivo porque meu irmão decidiu nascer um dia antes que Jesus Cristo, então, pro pessoal lá, dia 24 tem festa desde cedo: almoço com o mano e a noite é toda do Senhor.
Mas afinal, o que é tradição no Natal? Pra gente (lá de casa né…) é fazer tudo que a gente sempre fez, que a gente gosta e sente saudade nessa época. E sempre acrescentar pratos novos, reinventados para dar um toque de modernidade ao evento e, confesso, para poder ter assunto para um mês! A gente adora organizar um evento.
Pois um mês antes a pergunta do título é algo que se repete e a gente se diverte em inventar pratos novos. Tudo, todavia, para acompanhar o Peru recheado que minha mãe faz como ninguém! Esse é aquele prato que espero o ano todo para saborear.
Este ano, teremos algumas novidades acompanhando o nosso Peru, uma delas é uma torta de alho poró e gorgonzola que aprendi recentemente e uma farofa, que aprendi há uns três anos, que vem sendo figurinha repetida nas Ceias, tão boa ela é!
Mas bacana mesmo são as flores de batata que fiz na Ceia para as amigas, comemoração de Natal de uma turma prá lá de bacana e gostaria de compartilhar com vocês… É que, embora exija um pouco de delicadeza e dedicação para montar, é um prato com custo benefício excelente, o efeito visual é avassalado, e os elogios que ela trará para você, compensará. É noite de festa, lembra né?
Há muitas opções, mas grande parte das pessoas vai para o litoral passar as Festas, onde muitas vezes é difícil ter a acesso a bons ingredientes. E os mercados em geral viram um ambiente hostil.
Eu sugiro estas flores para acompanhar vários pratos. Quer ver como é fácil:

2-IMG_9959

Ingredientes:
Batatas ( considerar uma para cada pessoa)
Sal grosso para moer ou flor de sal
Alecrim fresco

Modo de fazer:
Descasque as batatas. Com uma faca pequena, vá cortando uma camada como se estivesse descascando uma laranja. Ela quebra de vez em quando, não tem problema, vá montando a flor, como uma rosa aberta, colocando as novas tiras no centro, o que fará abrir as externas.
Ao sobrar um fino talo no meio, use um pedação para fazer o centro da flor.
Uma flor por batata.
Coloque azeite numa forma antiaderente, disponha uma a uma as flores, conforme for fazendo.
Salpique sal sobre elas, o alecrim e regue com mais azeite de oliva.

1-IMG_9955

Leve ao forno médio (180 a 200*C) , até dourarem e estarem prontas.

Voilá!

Olha que lindo que ficou!

5-IMG_0723

Veja como servi, num prato com coelho assado e recheado ( receita no meu blog zuccagastro.com.br)

6-IMG_9974

4-IMG_9963

3-IMG_9960

E então, o que teremos na sua Ceia de Natal?

Beijos e Boas Festas!

Zucca

Dani Conte
Dani Conte
Escreve sobre moda, beleza e tendências, mas também dá seus pitacos em outros assuntos. Revisa demonicamente todos os conteúdos do blog.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *