Camii Talentosa
31 de janeiro de 2014
Mistura
18 de fevereiro de 2014
Exibir tudo

detail_4d9a8a826fa624f72372b54e85583725

OOOOOk! Podem me chamar de clichê, não me importo, mas eu realmente sou a manteiga derretida que faz o sucesso dos publicitários.

Choro em comerciais de margarina, e agora começei a chorar nos de cerveja. Me julguem! Azar!

Olha aqui o Puppy Love, comercial da Budweiser para o Super Bowl 2014:

Essa fofura de comercial é continuação do que a Budweiser fez no ano passado e que ganhou primeiro lugar no Super Bowl Ad Meter. Fui ver o tal e, bingo, chorei de novo! Olha aí e chora junto:

Mas se você está achando tudo isso muito mimimi, saiba que essas marcas ganham milhões às custas das nossas lágrimas.

Talvez a Budweiser não tenha vendido muuuito mais cervejas depois disso, mas certamente agregou valor à marca.

Se vale à pena? Se o foco for vender, talvez não. Mas, se a ideia for fixar marca, sim, e muito! Tanto que para veicular um comercial de 30 segundos no intervalo do Super Bowl 2014, a Fox cobrou US$ 4 milhões, chegando a US$ 4,5 milhões no final da venda de espaços.

Os comerciais veiculados no Super Bowl são a maior vitrine para as agências publicitárias. Em tempos de YouTube, a “vida útil” dos comerciais se perpetua e é por isso que o número de views de um comercial no YouTube é considerado o fator mais importante para se julgar o sucesso de um anúncio do Super Bowl.

Se assim não fosse, por quê lançar os vídeos antes, não é?

Para quem ainda duvida do efeito Super Bowl no mundo da publicidade e o impacto na visibilidade de uma marca, vale lembrar que Steve Jobs (sempre ele!) encomendou em 1984 o até então comercial mais caro – à época foram US$ 900 mil/hoje seriam US$ 2 milhões – exibido em mídia televisiva para divulgar o Macintosh. Controverso, o filme ganhou prêmios e rendeu o equivalente a US$ 5 milhões em mídia espontânea. E o resto da história a gente já sabe direitinho.

Sério, essa gente merece!

Beijos!

Dani Conte
Dani Conte
Escreve sobre moda, beleza e tendências, mas também dá seus pitacos em outros assuntos. Revisa demonicamente todos os conteúdos do blog.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *