SEXTA DO BRANCO! PORQUE A GENTE AMA!
16 de janeiro de 2015
Listras Eternas
21 de janeiro de 2015

image

Quando surgiu o convite para viajar pela Califórnia de motorhome, eu disse na cara: – Eu? Tô fora, completamente.

Depois que o marido e o filho insistiram na idéia, acabei me acostumando com ela e topei – com medo, mas topei! -.

Confesso que meu espírito aventureiro até existe, desde que haja um certo conforto, obviamente!

Depois de 18 dias embarcada em uma campervan, parando em todas as praias entre Los Angeles e San Diego, decidi relatar a minha visão (feminina). Assim as mulheres que, como eu, adoram um banheiro e um closet equipado podem também decidir se arriscariam uma experiência assim!

A primeira notícia a contar é que amei muito tudo isso! Com certeza viajarei mais de motorhome. Não é tão difícil como parece e algumas coisas ficam bem mais fáceis do que quando se está num hotel.

Em viagens para conhecer muitas cidades, uma das coisas que mais me cansa é o check-in e check-out em vários hotéis e a arrumação consecutiva de malas. Eu fico exausta e acabo aproveitando menos, por isso prefiro sempre ficar em um lugar só, e no máximo, conhecer os arredores. Desta vez, graças ao motorhome, a viagem foi muito pratica e eu descansei de verdade.

É claro que este é o tipo de trip que só funciona bem em países com infra estrutura, como os Estados Unidos. Na Califórnia as rodovias são tão amplas que é bem fácil circular com estes quase ônibus, mesmo pelo centro das cidades menores. Nossa campervan foi nossa casa e também nosso carro sem qualquer inconveniente!

Depois de obter algumas informações e cotar valores, decidimos pela Cruise America, pois eles oferecem  assistência 24h em caso de acidentes ou problemas mecânicos, o que garante a segurança e a tranquilidade do passeio. A outra razão é que o motorhome que eles alugam é integrado, onde o motorista e os passageiros viajam juntos. Alguns modelos, de outras locadoras, possuem uma cabine separada para quem dirige e isso não era exatamente o que queríamos.

Para nosso grupo de 4 pessoas (2 adultos + 2 crianças) escolhemos uma campervam de 28 pés para 5 pessoas, com 2 camas de casal fixas, o que evitou a função de montar e desmontar uma das camas, ficando um pouquinho mais descomplicado o operacional diário.

As camas da campervan são confortáveis, mas o banheiro é realmente pequeno. Para pessoas altas como meu marido e meu sobrinho Filippo, esse foi o maior desafio. O box tem um teto baixo, e eles batiam a cabeça com frequência durante o banho!

Recomendo levar na mala uma peça de lençol para casal – de baixo, daqueles com elástico. O fornecido, apesar de macio, não vem com o acessório e isso dificulta a arrumação diária da cama e o conforto na hora do sono. Nós acabamos comprando um lençol de baixo avulso para cada cama, juntamente com travesseiros do nosso gosto. É uma opção bem em conta também – de 6 a 10 dólares no Walmart.

Embora seja permitido pernoitar de graça em alguns locais públicos, nós preferimos usar as excelentes estruturas dos RVParks, que são campings exclusivos para motorhomes. Alguns são verdadeiros resorts com piscina, sauna, quadras poliesortivas, banheiros com hidromassagem, loja de conveniência e serviços 24horas.  Outros ainda se localizam privilegiadamente na beira das praias!  Todos os RVParks oferecem um box com as chamadas dumpt station para ligar luz, água e esgoto pelo valor da diária que pode variar muito (de 20 a 75 dólares), dependendo do tamanho da campervan e do número de pessoas.

Tudo é muito simples e fácil e os RVParks são muito bem frequentados por famílas em campervans luxuosas e bem montadas. Os equipamentos funcionaram muito bem, e em todo o trajeto tivemos água sempre quente, ar condicionado para dias frios e quentes, microondas, geladeira espaçosa e até um mini closet.

Como nosso pequeno baby (de 9 anos!!) é um skateboy, o escopo de nossa trip era conhecer os mais famosos skateparks da região e por isso a campervan foi um grande negócio! Normalmente em viagens para skatear a mamãe aqui fica meio deslocada, pois os meninos passam horas nas pistas e voltam para o hotel tarde da noite – e acabados! Quando optava por ir junto para aplaudir e fotografar as manobras, caso o cansaço viesse, minha única opção era esperar dentro do carro, até a energia infinita da ferinha acabar. A bordo da campervan foi possível preparar comidinhas deliciosas no estacionamento dos skateparks e participar com conforto da rotina esportiva dos skatelovers que tenho em casa. Isso foi nota mil!

Aliás, sobre preparar comidinhas deliciosas… O fato é que eu não gosto da comida americana. A Califórnia não é Nova Iorque e o que servem na maioria dos restaurantes é gorduroso e tem gosto de enlatado. Ir ao supermercado e preparar nossas refeições foi a melhor parte da minha rotina na Campervan. Apaixonei por uma rede de supermercado de produtos orgânicos, a Whole Foods Market, e poderia morar lá dentro! Abastecer a nossa casa ambulante com produtos selecionados e ter tempo para cozinhar – mesmo na cozinha pequena – foi um luxo de férias pra mim.

A viagem foi também uma grande oportunidade de ensinar às crianças o quanto pode ser prazeroso cumprir as tarefas domésticas em equipe, coisa que muitas vezes não conseguimos mostrar em casa. Foi realmente enriquecedor tanto para nós pais, quanto para a educação deles. Pretendemos repetir experiências que valorizem o “do it yourself” com as crianças, pois é realmente muito importante para a autoestima deles.

Inevitável falar sobre a internet! Embora disponível em quase todos os camps, não funcionou com a velocidade que gostaríamos. Então adquirimos um hotspot 4G para navegar em todos os nossos dispositivos, inclusive as crianças. Nossa experiência com a operadora AT&T foi desastrosa e concluímos que não é só no Brasil que este tipo de serviço é caótico. Felizmente a VeriZone nos salvou e foi nossa opção após o maltrato da concorrente, sendo recomendação para quem quer adquirir chips com internet local, pelo menos no estado da Califórnia.

É necessário dizer que, para quem quer fazer uma viagem econômica, talvez o aluguel de um motorhome não seja a maneira mais fácil de fazer o dinheiro render na Califórnia. É bem verdade que viajar de motohome pode ficar mais barato do que alugar um carro e hospedar-se em hotéis ou apartamentos de temporada, mas isso depende, como em todas as viagens, das escolhas que o grupo fizer.

Para valer a pena o ideal é estar só em adultos e com a lotação máxima de pessoas que a  campervan permitir. Desta forma, dividindo entre todos as despesas (aluguel do veículo, gasolina, camping e refeições), a viagem fica mais em conta. Para um casal, acredito que a campervan pode custar mais caro do que uma viagem convencional, pelo menos nos EUA, onde há opções de  hotéis e aluguéis de carros  bem baratos. Mas isso também varia conforme o objetivo da viagem e a quilometragem que se pretende percorrer.

A experiência foi muito valiosa. Minha porção perua-caprichosa-cosmetico-dependente saiu ilesa, agradecida e pedindo mais! Renovei meus sentimentos de agradecimento ao meu querido marido, por  me mostrar mais uma vez que a vida é ainda melhor quando aceitamos o diferente e o desconhecido.

Um beijo!

PS. Se alguém quiser perguntar alguma coisa sobre a Trip que eu não tenha mencionado, comente no POST ou mande e-mail! Terei prazer em responder! rejane@dannyhellen.com

 

Dani Conte
Dani Conte
Escreve sobre moda, beleza e tendências, mas também dá seus pitacos em outros assuntos. Revisa demonicamente todos os conteúdos do blog.

8 Comentários

  1. JESSICA disse:

    Oi Rejane.

    Ireia fazer 12 dias de motorhome pela california e gostaria de saber se ha uma facilidade para estacionar o motorhome pelas ruas de
    Los Angeles e Sao Francisco durante o dia. Se acha vagas facilmente..

    Obrigada

  2. carla disse:

    Ola adorei seu relato

    se possível poderia nos informar preços pago pelo aluguel do motor para sua família , pois somos em 05 e gostaríamos de usar um Home desta vez .. mas estou fazendo cotações .obrigado!!

  3. Tatiana disse:

    Olá ! Obrigada por compartilhar sua experiência ! D +++ !!!
    Pretendo alugar o um Motorhome para desbravar a Califórnia. Somos 6 adultos e alugaremos um de 7 lugares para tentar ter um pouco mais de conforto. Tenho algumas dúvidas, por favor, vc poderia me dar algumas outras informações ?
    Duvidas:
    * É possível alugar um motorhome através de algum site brasileiro, pagando em R$ ? Ou somente pessoalmente na Califórnia ?
    * Quais os RVParks voce recomenda? Onde fez as paradas ? Vc indica reservar antes ou chegar e pagar na hora ? por favor como funciona, estou um pouco perdida.
    * Em qual supermercado Whole Foods Market voce foi ? Em que lugar da Califórnia?
    * “adquirimos um hotspot 4G para navegar em todos os nossos dispositivos”, desculpa-me a ignorância, mas, como funciona ? Eu sempre compro um chip TMobile e nao é tao bom.
    * Motorhome não tem quilometragem livre. Voce pagou muito de quilometragem extra ?
    * Qual foi seu gasto medio de gasolina nesta viagem ?
    * Há muitos pedágios na estrada ?

    Obrigada !!!

  4. Nana disse:

    Re

    Que bom que deu tudo certo e que vocês curtiram a viagem. Também aprendi a gostar de fazer coisas diferentes com o marido, mas no meu caso, conforto 0: Acampar. Nem te imagino! 🙂
    PS. Adoro o Wholefoods, inclusive já encontrei aqui em Londres também. 🙂

  5. Juliana Letti disse:

    Adorei o relato. Me entusiasmei para conhecer diversos lugares de motorhome, desde que haja a infra-estrutura necessária. bjos

  6. Adorei o relato! Viajei pela Califórnia, de Los Angeles até San Diego e, retornando fomos a Nevada. Muito bom viajar pelas estradas americanas, tem muita infraestrutura, o aulguel de carro foi a melhor opção… Fico pensando se toparia uma viagem tipo a tua… mas não…rsrsrsrs…. ainda prefiro o hotel, justamente pelo banheiro… Mas já que curtiram, agora vcs deve testar a experiencia na Australia, uns amigos foram e amaram, ha muita infra para motorhome também… bjs, bom retorno!

  7. Adorei o relato! Viajei pela Califórinia, de Los Angeles até San Diego e, retornando fomos a Nevada. Muito bom viajar pelas estradas americadas, tem muita infraestrutura, o alguel de carro foi a melhor opção… Fico pensando se toparia uma viagem tipo a tua… mas não…rsrsrsrs…. ainda prefiro o hotel, justamente pelo banheiro… Mas já que curtiram, agora vcs deve testar a experiencia na Australia, uns amigos foram e amaram, ha muita infra para motoroom tambem… bjs, bom retorno!

  8. Marina Dal Ponte disse:

    Sensacional a trip Rê! Sou muito adepta a esse tipo de viagem e faria com certeza! Enfrentar alguns perrenguês gera só história para contar! Parabéns pela coragem!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *