Madonna is Back na Interview
2 de dezembro de 2014
Acessórios por Constanza, Júlia e Fernanda!
4 de dezembro de 2014

Olá gente bonita!

Preciso confessar que para mim, ao menos  nos últimos 5 anos, a expressão “viagem gastronômica”  é redundância. Afinal, depois de pensar no destino, o segundo item que começo a pesquisar é a gastronomia do local. Confesso, ainda, que não sinto muita culpa nisso não, adoro! Para mim faz parte do programa: tal qual visitar um museu, uma feira, ou seja o que for que tenha de top para fazer o local visitado.

Minha redenção, contudo, aconteceu dia desses, quando estava lendo o comentário feito por Ricardo Freire ao Livro da Chef Carla Pernambuco “Diário da Cozinheira – Viagens , Memorias e Receitas”. Ele diz o seguinte:

“Quer você queira ou não, toda viagem é gastronômica. Você pode cabular todos os museus e se recusar a visitar as atrações turísticas, mas necessariamente vai fazer três refeições por dia. Sorte de quem não desperdiça suas viagens entre pizzarias e fast foods.  Porque é na comida que um lugar se revela por inteiro. A chave para entender uma cultura é fazer uma incursão à sua mesa.”

É isso gente! Toda viagem é gastronômica. E, o melhor, é pela comida que conhecemos, a fundo e por dentro, a cultura do local. Não precisamos ir longe não, para outro continente, qualquer passeio, até o interior do estado ou ao litoral, já está valendo!

Ricardo Freire falou e disse! Não há como se sentir no local, entender as pessoas, ver a beleza de tudo, se não se comer a comida dessa turma. Para entrar no clima, tem que tentar tirar a capa de turista. Eu me esforço muito e isso só é possível na hora das refeições. Não tem como fazer isso só comendo hambúrgueres e pizzas em redes mundiais…

Acho um pecado quando alguém diz… “ah… comer a quente come qualquer coisa…”  Até para comer um sanduíche na rua eu quer saber onde é que a turma local curte mais. Se conheço alguém que more na cidade, então, é a glória!  Já pensou comer um cachorro quente qualquer em Porto Alegre, podendo provar o do Rosário?  Ou provar um sanduíche de mortadela na imensa São Paulo, podendo provar a do Mercadão? Pois é… eu já acho que até o café e pão com ovo tem que ser honestos né? Então, melhor se tiver indicação, seja de alguém que já foi, seja do atendente de alguma loja, seja do porteiro do hotel. É claro que tem a parte bacana de descobrir novos lugares, mas até para isso é bom ter alguma orientação, que é pra não desperdiçar suas calorias mundo afora.

A Carla Pernambuco escreve os prazeres de suas viagens, com roteiros maravilhosos e experiências gastronômicas incríveis, de dar inveja é claro, até porque ela volta com receitas e as prepara. Mais uma confissão: eu tento fazer o mesmo, com meu parco conhecimento técnico, porque acho o máximo. Me delicio com os pratos e fico tentando descobrir seus ingredientes e preparos. Entro rapidamente no clima do local.

IMG_0236

Mas isso não é gosto de poucos, tanto é verdade que as agências de turismo tem se especializado em fazer tours gastronômicos. É! Pra gente assim como eu – sem culpa alguma de amar conhecer a cultura através da comida, e que leva turmas pequenas e lugares especiais.

Li recentemente que sobre um tour desses em Paris, onde o guia leva o grupo a mercados, feiras, para almoçar demoradamente em restaurantes. Cada  passeio dura boa parte do dia e pode terminar numa aula de culinária local.

Super bacana, não é?

E aí? Já se deu conta que suas viagens também são gastronômicas? Ou ainda não é suficiente? Ficou interessado nestes tours? Então pode conferir os sites que eu separei pra gente ir sonhando: Savor São Paulo, The Lima Gourmet Company, Mexican Food Tours, Saboreando Paris e Conexão Paris.

Por hoje é isso, gente! Dias saborosos para vocês!

Beijo, Beijo

 

Zucca

www.zuccagastro.com.br

www.facebook.com/ZuccaGastrô

Instagram  @zuccagastro

Dani Conte
Dani Conte
Escreve sobre moda, beleza e tendências, mas também dá seus pitacos em outros assuntos. Revisa demonicamente todos os conteúdos do blog.

1 Comentário

  1. […] Há algum tempo eu escrevi, aqui mesmo no Danny Hellen um post falando sobre Viagens Gastronômicas (lembre aqui). […]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *