INVERNO ELEGANTE – E ECONÔMICO
11 de junho de 2016
PETIT OU NÃO, O POÁ VOLTOU!
23 de julho de 2016

Gente eu ia fazer uma mera postagem de Instagram para mostrar o look que usei no último sábado – um smoking -, mas ele significa tanto para mim que aqui vai um textão – e eu juro que merecido!

O smoking suit, smoking ou tuxedo tem sido escolha de celebridades há algum tempo. Ao contrário do que pode parecer – afinal, é um traje originalmente masculino – o smoking tem um “oi” de sensualidade que supera muitos vestidos.

Versátil, sua sobriedade pode ser desconstruída com uma t-shirt. Pode ser comportado se usado com camisa ou sexy se usado sozinho. Ninguém melhor do que Cara Delevigne para mostrar as inúmeras facetas deste clássico, porque ela é a figura que mais aparece nas referências que eu escolhi para este post. Olha aí quanta inspiração!

tuxedo_cara_renda

tuxedo_cara_branco

tuxedo_cara

tuxedo_azul

Ai, sério, esses azuis de lapela preta ganharam meu coração!

Mas vocês sabem como foi o começo de tudo? Eu conto…

Yves Saint Laurent apresentou o Le Smoking em 1966 e a caminhada deste ícone de estilo não foi, de início, muito tranquila. Como reflexo de uma sociedade escandalizada com a proposta de mulheres vestirem um traje que, até então, era exclusividade do guarda-roupas masculino, muitos hotéis e restaurantes proibiam a entrada e circulação das corajosas adeptas da novidade. E o problema não era só o apego à tradição. Muitos críticos de moda torceram o nariz para a proposta de Saint Laurent.

Despreocupada com as críticas, Catherine Deneuve foi a primeira cliente de Saint Laurent a usar Le Smoking! Diva é diva, né?

le_smokin_ysl

O status de icônico de Le Smoking veio em 1975, quando Helmut Newton fotografou-o para um editorial da Vogue Paris. As imagens estão a seguir e falam por si!

le_smoking_helmut

De lá para cá, várias celebs aparecem com o clássico que, há 30 anos, é confeccionado na mesma fábrica e seguindo o mesmo processo!

le_smoking_ysl_angelina

tuxedo_variado

le_smoking_YSL2tuxedo_decote2

Por fim, e não menos importante (RÁ!), está a minha escolha para a festa de aniversário de 40 anos de um amigo. Eu usei um smoking Gabriela Basso!

Como eu queria valorizar a lapela do smoking (que tem alfaiataria per-fei-ta!) eu escolhi (na LeBardees) um body de renda nude rosado – sim, porque rosa que sou, o nude rosado é o meu tom de nude… hehe! -. O body era super decotado, mas discreto, e me permitiu abrir o botão do casaco em alguns momentos da festa!

smoking_eu

E aí? curtiu?

Beijos!

 

Dani Conte
Dani Conte
Escreve sobre moda, beleza e tendências, mas também dá seus pitacos em outros assuntos. Revisa demonicamente todos os conteúdos do blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *