Hip-Hop de Marc Jacobs

BOLETIM DANNY HELLEN #2
13 de fevereiro de 2017
BOLETIM DANNY HELLEN #3
3 de março de 2017

Já pensou se o figurino da série The Get Down pulasse da tela direto para os nossos closets? Pois bem, quem puder (e quiser) adquirir alguma das peças desfiladas por Marc Jacobs na semana de moda de Nova York chegará bem perto disso.

O desfile, inspirado no documentário Hip Hop Evolution, trouxe peças super usáveis. Teve muito veludo cotelê, jaquetões, pele, pernas de fora com meias finas pretas, pitadas esportivas…

Por aqui não é difícil encontrar essas referências. Quem se identifica com o estilo – ou quer uma peça icônica bem “hip-hópica”- o negócio é se inspirar nas imagens a seguir e bater perna por aí.

Olha aí o zíper nas golas e o conjuntinho calça e casaco esportivo. Bem fácil de encontrar por aqui nas mais variadas faixas de preço.

Já falei AQUI do meu encantamento pelo figurino de The Get Down. Ver uma coleção inspirada em outra série que fala do mesmo movimento cultural e musical me agradou muito. Gostei das roupas porque elas se encaixam no dia-a-dia de muita gente. Eu só sugiro escolher peles sintéticas ao procurar itens com essa proposta.

Mas não é só isso! O desfile de Marc Jacobs foi, para mim, uma aula de como a moda imita a vida. A forma com que o desfile aconteceu reforçou a inspiração na evolução do hip-hop.

O local escolhido foi o Park Avenue Armory, que parece um grande ginásio escolar. Foram colocadas duas fileiras de cadeiras, formando um grande corredor que terminava na porta de entrada, por onde as modelos saíam para a rua.

Do lado de dentro não havia música nem cenografia, apenas pessoas. Do lado de fora dois paredões de som ladeavam a porta, diante dos quais as modelos se posicionavam ao sairem do prédio, algumas sentadas e outras de pé.

As caixas de som (iguais aos paredões de boombox das festas de rap) só dispararam a música Walk On By quando a última modelo pisou na rua. O fotógrafo de 78 anos Joel Meyerowitz, nascido no Bronx e pioneiro da fotografia de rua, registrava a cena. Pessoas parando para olhar, táxis amarelos passando, carros buzinando em uma típica cena cotidiana formaram, enfim, a cenografia perfeita e organicamente complexa para uma coleção inspirada em um movimento que nasceu nas ruas.

O desfile completo e seu entorno estão disponíveis em vídeo no site da marca. Se quiser assistir, clica AQUI!

Beijos!

Dani Conte
Dani Conte
Escreve sobre moda, beleza e tendências, mas também dá seus pitacos em outros assuntos. Revisa demonicamente todos os conteúdos do blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *